Hoje estou em um daqueles dias em que ando na rua sorrindo e penso: “Cara… Como a minha vida é incrível!”. Eu acho que vivo por esses pequenos momentos e é isso que me faz querer levantar da cama todos os dias. Existem vários momentos e cada um tem uma intensidade diferente. Mas o motivo é sempre o mesmo: se sentir bem. E esperar por eles faz a gente esquecer das coisinhas ruins do nosso dia a dia. Quer alguns exemplos de pequenas esperas?

- a hora do almoço naquele dia chato no trabalho

- um encontro com alguém que você está afim

- uma viagem curta

- uma viagem longa

- o começo de um curso que você queria muito fazer

- a sua festa de aniversário

- o happy hour com os amigos depois de um dia stressante

- as férias

- a hora de ir dormir na cama quentinha quando está aquele frio

- o primeiro dia no seu novo emprego

- a subida de uma montanha russa

Viu só? Existem muuuitos momentos gostosos que a gente espera para se sentir bem. Às vezes as coisas estão uma merda mas você só consegue pensar que logo logo vai se distrair com algo bom e que nem vale a pena pensar no agora. Por isso digo que a felicidade é feita dessas pequenas esperas. Quando estou chateada, sei que vai passar. Sempre passa. Uma hora ou outra. E eu vivo por esse momento que tive agora pouco de andar na rua e ter vontade de sorrir para as pessoas que eu nem conheço.

Ando meio triste por estar sozinha, não ter alguém que eu goste e seja correspondida. Fico de saco cheio de sair, conhecer pessoas que sei que não vão agregar nada na minha vida… Mas vira e mexe, quando a gente menos espera, acontece uma coisa legal. Ontem foi a terceira vez seguida na semana que eu fui pruma balada. As duas primeiras foram uma merda, e ontem não seria diferente. Pelo menos na minha cabeça não ia ser. Estava eu ali encostada na parede, observando o comportamento das pessoas e pensando beeeem longe, em como seria quando eu fosse morar em Londres. Vi um cara fazendo movimentos suspeitos e pensei: “Xiii.. Lá vem o cara chegar em mim, que preguiça.”. Obviamente eu estava certa e como ele era meio bonitinho, resolvi fazer diferente. Comecei uns papos estranhos falando pra gente tirar uma foto juntos e nunca mais se ver na vida. E daí sei lá, começamos a conversar e a coisa foi ficando legal. No fim da balada acabamos ficando e foi super gostoso, mas eu não peguei o telefone dele. Nem o Twitter, Facebook, e-mail, cpf, tipo sanguíneo, sobrenome… Nada.

Na hora foi meio que por orgulho, só ia manter contato se ele quisesse. Assim que sai da balada me arrependi amargamente porque tinha sido super legal, mas daí já era tarde demais. Dei uns passos pra ir embora, e ele apareceu lá fora me procurando. Demos mais alguns beijos apaixonados, daqueles de despedida como se nunca mais fôssemos nos ver… E eu acabei não pegando o contato dele de novo. Sei lá porque, achei que não deveria já que ele também não pediu. Hoje eu acordei e, ao contrário do que eu pensava, não estava nem um pouco arrependida. A noite foi incrível e terminou ali. Eu tive um dia seguinte ótimo, sem ficar na nóia se o cara ia me ligar e querer me ver de novo. A melhor sensação do mundo é saber que a sua felicidade não depende da atitude de ninguém. Andei na rua, tomei um café. Dei informações para pessoas perdidas na Paulista e vi como o dia estava lindo.

Então… Eu vivo por esses pequenos bons momentos que me fazem querer sorrir que nem boba andando na rua. E não preciso de mais nada por enquanto. Sei lá, senti vontade de contar isso pra vocês porque acho que as pessoas precisam se contentar mais com elas mesmas e ver beleza onde normalmente não há. Qual é a sua pequena espera agora? :)

 
24
Compartilhe esse post:

24 comentários em “A felicidade é feita de pequenas esperas”

  1. “A melhor sensação do mundo é saber que a sua felicidade não depende da atitude de ninguém.”

    Sensacional isso.


  2. Nossa, adorei! Está super certa!
    Estava mesmo precisando ouvir (ou ler) essas coisas…
    Obrigada!


  3. Parece que havia me esquecido que a minha felicidade depende de mim e mais ninguém.
    Obrigada por me lembrar disso, rê!

    Obs.: Além de sorrir pros outros, cantarolar e “dançar” no meio da rua também é libertador. Comprovado pela doida aqui.

    Beijos


  4. Concordo plenamente com voce! Esta certissima!!
    Dizem que “As pessoas são tão felizes quanto elas decidem mentalmente ser.”
    E uma pena que nao e todo mundo que sabe disso :/
    xxx


  5. Eu sou uma pessoa que posso dizer que sou feliz no momento. Há um tempo eu passei por maus bucados, vivia estressada e n coisas. Hoje eu moro num lugar bacana, com a pessoa que eu gosto e não tem nenhum dia que eu acorde e pense que gostaria de não acordar.

    Claro que ser feliz é diferente de não ter dias ruins, acho que todo mundo tem, mas essa sensação que você descreveu, hoje, eu vivo diariamente. Não sei até quando, mas aproveito o máximo possível, até porque tem aquela coisa: os altos e baixos da vida.

    Desejo que essas pequenas esperas sejam mais frequentes na sua vida, e mais frequentes no seu dia, até chegar aquele dia que não exista espera nenhuma.

    Bjão :*


  6. Adoro o que você escreve, de verdade. Passo sempre por aqui e estava sentindo falta dos seus posts… e que venha o novo layout! Viva! Haha! Bjs e sucesso! **__**


  7. Cyca,
    super obrigada! Também tô aguardando o novo lay ficar pronto, não vejo a hora!


  8. Rebiscoito, já te disse que depois que li seu blog, minha vida ou pelo menos minha cabeça mudou totalmente né? Já falei isso uma vez pelo twitter, e fiquei de te mandar minha história, mas depois deu tudo errado, depois tudo certo, depois tudo nada, e enfim, a historia ficou grande demais pra ser escrita! Mas sério mesmo, você parece ser uma pessoa extraordinária, e merece ser feliz! E um desejo oculto: queria tanto ser sua amiga, hahaha =)
    Minha vida no momento está uma merdinha, e esse seu post me deixou mais calma, e mais esperançosa até! Pequenas felicidades, daqui a pouco vou dormir, e me desligar do mundo, ou amanhã vou ser feliz, quem sabe! hahahahha
    Bom, é isso… nunca pare de escrever, e conta, qual vai ser o nome do blog agora? =)
    beijooos!!


  9. Mila V.,
    um dos motivos que me faz querer continuar escrevendo, é saber que mudei a cabeça ou a vida de alguém. Sério, você não sabe o quanto isso é importante pra mim.
    As coisas pra mim também não dão sempre certo, muito pelo contrário. Mas isso faz parte da vida, saca? A gente tem é que se importar com o que é realmente importante tipo saúde, família, amigos, trabalho etc. Nem sempre tudo está bem, mas se a gente olhar da maneira certa, conseguimos ver que somos sim muito felizes.
    E olhando um pouco mais a curto prazo pra vida, é bem isso que falei no texto. Tenha pequenas esperas que você acaba sendo mais feliz!

    Um beijão e tudo de bom :)


  10. Pequenas esperas e pequenas coisas.. sexta passada eu ajudei uma senhora a atravessar a rua e cara, me senti tão bem com isso hauhauahuahau
    Eu sou adepta do pensamento: nada de expectativas. Pequenas esperas, pequenas coisas se tornam inesqueciveis ♥


  11. Rodrigo Miguez

    20/06/2011 a 14:13:45

    Gostei muito! pequenas coisas fazem nosso mundo melhorar muito. nada como uma viagem, nem que seja de 3 dias pra respirar um pouco. =]


  12. Me lembrou um pouco o filme Beleza Americana. Não sei pq… mas recentemente tenho pensado bastante neste filme, e na declaração do personagem que era pseudo-traficante ao ver a sacolinha de plástico voando em redemoinhos de vento. Mó vontade de rever e fazê-lo agora com outros olhos. :)


  13. nossa aconteceu quase a mesma coisa comigo por esses dias, q sensação boa né? chega até a ser engraçado!! :)


  14. Amo os seus posts e esse otimismo, essa felicidade que vc descreveu, acaba contagiando um pouco e tornando um dia que tinha tudo para ser chato, mais suave, pq a vida e assim mesmo: um dia estamos radiantes; outros queremos sumir do mapa. E essa inconstancia que torna a vida interessante. Desejo muito sucesso pra vc nessa nova fase, boa viagem, curta muito Londres e continue escrevendo pois vc tem muitas pessoas que a admiram muito: eu sou uma destas!!
    Beijinhos


  15. Concordo, melhor não pedir o número que anotar. Depois fica aquela ansiedade – Ai, será que eu ligo agora? E quando ele não atende? Grrrr. Facebook é ainda pior, quase uma invasão, rs.
    Você perguntou o que espero. Uma nova vida profissional. Me considero incapaz de planejar o pessoal. E o amor só acontece quando você menos espera, não é mesmo? Estou recém-solteira, o que considero um ótimo aprendizado individual. Sobra mais tempo pra focar em você! O foda é lembrar (e desejar) a euforia boa de amar.


  16. Ameii… A vida é feita de pequenos momentos. Temos que viver o hoje o momento. Gostei muito de seu blog.


  17. Oi acabei esbarrando em seu blog e simplesmente amei esse post *-*
    Hj nao foi um dia bom pra mim e é maravilhoso lembrar que a gente sempre pode ser mais feliz com as simples surpresas diarias!
    Obrigada Re.
    Bjus


  18. “Para muitos, a finitude humana pode ser percebida pelas rugas que se multiplicam a cada ano no espelho, pelo vocabulário que soa inadequado ou pelo simples tique-taque do relógio pendurado na parede da cozinha. A finitude humana pode, ainda, ser detectada pelos filhos que crescem e pelos netos que nascem. A mim, a finitude se apresenta todo santo dia numa parada de ônibus, numa ciclovia, no balcão de um posto de informações. Meu carro passa veloz por uma rua e vejo um homem esperando o transporte que o levará de volta para casa. Um homem qualquer, que eu olho uma única vez e nunca mais tornarei a enxergar. Nunca mais rever é uma pequena morte.

    Uma garota passa por mim de bicicleta. Mal tenho tempo de reparar se é morena ou ruiva, se sua mochila é grande ou pequena. Mas foi uma garota percebida por minha retina, que cruzou minha vista e minha vida por breves segundos, e para nunca mais. Assim como o homem que me atende atrás de um balcão, que fala comigo – fala comigo! –, me sorri e tira minha dúvida, e num instante lhe agradeço e viro as costas, e jamais saberei se ele é um profundo conhecedor da obra de Nietzsche ou um rapaz perturbado pela falta da mãe ou ainda um boçal que nas horas vagas depreda orelhões. Ele existe ou não existe para mim? Não existe.

    Finitude eu sinto quando me dou conta da existência de milhões de pessoas que eu jamais irei conhecer, com as quais jamais irei conversar e interagir. De todas as que poderiam me ensinar a ser mais tolerante, de todas as que poderiam me fazer rir, de todas as que eu poderia amar ou desprezar, sofrer por elas, esforçar-me por elas, crescer através delas. Finitude eu sinto quando cruzo um olhar que não me ficará nem na memória, pois não há tempo para lembranças efêmeras. Uma vez ensinei uma menina, na beira da praia, a reconhecer as letras do próprio nome, e já não lembro que nome era esse e que menina era aquela. Nem ela de mim sabe nada. Uma cena começa e termina sem continuidade: finitude. Neste instante enxergo um senhor debruçado sobre uma varanda, olhando o movimento. Ele espia a vida dos outros, que nunca mais reverá. Eu olho para esse singelo voyeur, que daqui a instantes também desaparecerá para sempre de minha atenção. No entanto, um ser humano é o que há de mais rico. Uma vida é o que há de mais original. Surgem e nos atropelam tantas vidas, tantas pessoas para sempre inacessíveis, desperdiçadas em seu talento, em seu potencial transformador, em sua capacidade de nos emocionar. A esmagadora maioria delas passa e não fica, são flashes do olhar. Agarremo-nos, pois, às que ficam, permanecem, são reconhecíveis pelo nome e pelo trajeto percorrido em nós. Aproveitemos o material humano de que dispomos: família e amigos e amores. Escassos, raros e profundamente necessários.”

    Martha Medeiros

    li esse texto e achei a sua cara! mesmo voce nao fazendo ideia de quem eu sou, sou apaixonada pelo seu blog, e esse tipo de coisa me lembra voce!
    beijos!


  19. xxxxxxx,

    que texto lindo! Adoro receber comentários desse tipo, onde as pessoas (algumas que não faço nem ideia de quem são, como você) me mandam coisas que “acham a minha cara” e, incrivelmente, acertam. Me conhecem sem nem mesmo me conhecer! Isso pra mim é mágico. Obrigada pelo “presente” e pela lembrança… Beijos.


  20. [...] pelo menos lembrar que a vida vale a pena. Não é normal estarmos felizes o tempo todo mas essas pequenas esperas nos fazem querer continuar [...]


  21. KARINE PADILHA

    15/07/2011 a 16:53:54

    Humm …vamos lá vou tentar ser breve pq sempre falo d ++
    SUPER OBRIGADA PELA FRASE “A melhor sensação do mundo é saber que a sua felicidade não depende da atitude de ninguém” minha nova filosofia de vida, pronto é isso. Também fico nessa neura de pegar ou n o telefone do carinha pq no outro dia fico esperando FILHO DA PUTA ME LIGAR e nada , e eu a idiota aqui acabo ligando e manda a frase mais idiota que eu OI, ,LEMBRA DE MIM ? A KARINE DA FESTA DE ONTEM … Ai o fdp diz UAI TO LEMBRANDO NÃO , Como assim ele n lembra e os nossos beijos apaixonados e a promessa de quem sabe ficar juntos para sempre HOO ODIOOOO , por isso que amanha eu vou ir p/ BALADA LINDA LOIRA E VOU CUITIR A NOITE E JAMAIS PEGAR O TELEFONE e usar a minha nova filosofia de vida ” SABE QUE A MINHA FELICIDADE NÃO DEPENDE DA ATITUDE DE NINGUÉM “


  22. KARINE PADILHA,
    hahahaha você vai me desculpar se eu admitir que ri muito com o seu comentário? Acho que foi a caixa alta da indignação feminina! hahahaha
    Sei bem como é isso mas depois de quebrar muito a cara, a gente acaba aprendendo a dar valor para o momento e não esperando muito dos homens. Boa sorte, arrasa na SUA NOITE! ;)

    Faça os homens correrem atrás de você invés de esperar por eles.


  23. Caramba, Rebiscoito, neste exato instante estava [estou vivendo um desses momentos em que toco o céu sem tirar os pés do chão] e seu texto fecha [ou abre] com chave de ouro uma forma de ver a vida que não estou muito acostumado a viver. Obrigado. Desculpe o comentário rapidinho, mas minha felicidade está esperando em algum lugar neste momento.


  24. Lu Rigolizzo

    05/06/2012 a 22:25:44

    http://1000awesomethings.com/

    outro site que lembrei vendo seus posts, esse em especial!!!!!



Deixe seu comentário