24

nov

16

Antes de começar o post, quero deixar aqui registrada minha decepção comigo mesma por não ter sido capaz de editar um vídeo que gravei pra colocar aqui. Nem o Movie Maker eu tive paciência de aprender a usar, então vou ilustrar o post com um vídeo já pronto e editado e lindo que fizeram no evento da Bacardi que participei. hahaha :(

Esse post é o segundo com o tema “RECEITA” aqui no meu blog. Mas dessa vez não é coisa de menininha, doninha de casa boa pra casar não! Nããão, nananinanão! Muito pelo contrário! É de garota baladeira bêbada animada que se joga na balada e ahaza! Hahaha brinks..Mas enfim, vamos parar de enrolar e chegar logo onde interessa!

Introdução: eu sempre fui fã de cerveja. Sempre fui a garota da cerveja, vou pro bar só tomo cerveja, vou pra balada só tomo cerveja e bababi bababá. Bebidas destiladas não são o meu negócio. Não curto aquele gosto de bebida alcoólica que fica na boca, sabe? Só escolhia tomar destilados quando queria ficar triloca [ou seja, quase nunca]. Até que um dia, me chamaram pra fazer figuração num comercial pra internet da Bacardi Mojito.

Continue lendo…

 
16
Compartilhe esse post:

Eu (@rebiscoito), @nikofernandez e @tomcarvalho, criamos o #pornday, que será dia 07/05/2009 no Twitter e estão todos convidados a participar e retwittar!

Vale mudar a foto para estrelas pornográficas, peitos balangando ou qualquer coisa relacionada a sexo, vale contar seu fetiche ou sua maior fantasia, escrever onomatopéias sexuais, contar histórias que aconteceram com a amiga da tia da sua vizinha [cof cof cof] VALE TUDO RELACIONADO A SEXO!

Por saber que é um assunto que interessa a muitos, peço que retwittem este link para divulgação! Twitter sexual já!

#pornday 07/05/2009

 
24
Compartilhe esse post:

14

jul

2

Ultimamente tem sido um vício. E como em todo vício, existem os efeitos colaterais.  Os meus não me fazem mal [ainda...e talvez não façam] mas tenho sentido minha vida mudar de certa forma. Ando num momento de ‘excesso de informação’ e não sei ao certo se isso tem a ver só com o Twitter ou com a soma de vários fatores que estão presentes em minha vida de uns tempos pra cá.

Mas levando em consideração apenas ele, é o seguinte: aquele sitezinho, que conheci lendo um texto na Revista Pix e que achei extremamente idiota mas acabei fazendo – pois no texto dizia exatamente isso, que todos achavam idiota mas quando fazia adoravam – começou a ficar bem interessante. Pessoas com uma mini foto, que não dava nem pra ver o rosto direito, escreviam coisas bacanas, úteis ou inúteis e falavam de um jeito que me fascinava. Cada dia é um site diferente, uma gíria nova e um uma interação com alguém que não conheço mas acabo admirando.

Depois que vi que era realmente muito massa essa coisa de seguir as pessoas, comecei a apresentar o Twitter para os meus amigos. Alguns fizeram, outros não mas todos, a princípio, acharam totalmente babaca!
Uma dessas pessoas adorou! Super se envolveu, começou a seguir várias pessoas e começou a ser mais viciada do que eu. Sabia quem era pop, quem era chato, quem era fake, tinha umas 100 e poucas pessoas seguindo ela..e por aí vai. Até que um dia ela entrou numa neura de achar as pessoas no orkut. Nooossa..A cada achado um auê! “gente! como assim? achei que esse cara fosse lindo e ele é o mais feio do universo!”… “e olha essa menina, ela parece uma daquelas nerds derrotadas do meu antigo colégio! como ela pode ser pop assim no Twitter?!”…É, eu sei. A pessoa foi super escrota mas esquecendo a parte de desprezar os outros, eu entendia a situação.

O Twítter é o típico cara certinho, que mostra o lado bom da pessoas. A não ser que elas não queiram mostrar esse lado bom, claro…Mas isso já é outra história. As pessoas mais legais, inteligentes e interessantes são as que mais se destacam por ali – pelo menos no meu. E olha que não precisa ter uma foto do decote ou dos músculos no avatar pra impressionar alguém [mesmo pq, não daria nem pra enxergar]. Você pode ter um desenho, uma foto do pé ou um personagem do seu filme favorito que isso não vai influir em nada. As pessoas que quiserem te seguir, vão te seguir pelo que você fala e não pelo que você aparenta.

Ok, parece uma coisa super linda e sincera né? Mas é claro que não! Afinal é internet – todos interpretam. Mas a questão é que eu só me interesso por figuras, [inventadas ou não] que realmente me prendem a atenção.

Tem pessoas que eu deixo de seguir não porque não gosto, e sim porque não me interessam. Um amigo meu que é dj, só posta coisas relacionadas a música que ele toca e eu nunca entendo nada do que ele fala, por isso dei unfollow. Pra mim, que costumo ler todas as twittadas dos meus followings no dia, não rola ficar seguindo pessoas que falam coisas que não me interessam.

Eu gosto dos feios, dos bonitos, contanto que sejam engraçados, indiquem sites bons e estejam num meio mais ou menos próximo ao meu. Aliás, a palavra ‘próximo’ é a palavra que mais está ligada ao nome Twitter. Essa coisinha faz com que eu me sinta totamente próxima das pessoas que eu sigo e até hoje, nenhum outro site tinha me feito sentir assim.
Acho que o Twitter alcançou seu objetivo e eu sou muito feliz com ele :]

See Ya on Twitter!

@rebiscoito

 
2
Compartilhe esse post:

5

jul

5

Antes de fazer o blog vi esse ‘joguinho’ em algum outro blog e fiz, mas como não tinha blog ele foi pro brejo…Então, agora que tenho vou fazer de novo:

1) acesse http://en.wikipedia.org/wiki/Special:Random – o título da primeira página aleatória que aparecer será o nome da sua banda.

2) vá pra http://www.quotationspage.com/random.php3 – as últimas quatro palavras da última frase da página formarão o título do seu disco.

3) acesse http://www.flickr.com/explore/interesting/7days/ – a terceira foto, não importa qual seja, será a capa do seu disco.

 
5
Compartilhe esse post: